segunda-feira, 23 de julho de 2012

CAFEÍNA: MITOS E VERDADES


CAFEÍNA: MITOS E VERDADES
Por:
OSVALDO NETO
Mestrando em Farmácia (Produtos Naturais)
Especialista em Fitoterapia
Especialista em Nutrição Esportiva
Nutricionista da equipe de treinamento do professor Waldemar Guimarães
Contato: (047) 33619105 – 88495532 – 78127751 – 96*48944
Diariamente no consultório recebo alguns pacientes que foram proibidos de ingerir cafeína por nutricionistas e médicos alegando que causaria danos a saúde. É bom esclarecer que 3 ou 4 cafezinhos por dia não faz mal à saúde. A cafeína atua sobre o sistema nervoso central aumentando a atividade e conseqüentemente reduzindo o sono. Uma xícara de café contém de 80 a 120 miligramas de cafeína. Com 300 miligramas de cafeína os efeitos estimulantes tornam-se bem consistentes. Entretanto, o grau de estimulação causado pela cafeína é variável. Algumas pessoas, por exemplo, podem ingerir 3-4 cafezinhos à noite e ainda consegue dormir. Por outro lado, existem alguns clientes que ao ingerir uma única xícara de café já relatam problemas estomacais, insônia e taquicardia. A dose letal de cafeína é extremamente alta, dificilmente a pessoa morrerá tomando-a excessivamente, contudo reações adversas podem ser observadas após ingestão de 1000 miligramas de cafeína, aproximadamente 10-11 cafezinhos. Estas reações referem-se à insônia, agitação, excitação, taquicardia, aumento da respiração e desconforto estomacal devido ao aumento na secreção de ácido no estômago. Pesquisas recentes indicam que indivíduos que consomem 4 a 5 cafezinhos durante a manhã apresentam durante todo o dia uma elevação da pressão arterial e aumento na secreção de hormônios relacionados ao estresse como adrenalina e cortisol. Vale ressaltar que a cafeína em excesso pode causar dependência.
Essas informações preocupam devido ao crescimento de suplementos pré-treinos com doses absurdas de cafeína associado com outras substâncias que objetivam aumentar o gasto energético e a produção de energia. A maioria das pessoas que utilizam estes suplementos almeja emagrecer e associam ainda com termogênicos para aumentar a queima de gordura que também contém doses excessivas de cafeína. Além disso, como relatam alguns clientes, há os cafezinhos durante o dia no trabalho para tirar a fome e deixar “ligado”. Se somarmos essa quantidade de cafeína chegaremos ao consumo de 2000-3000 miligramas de cafeína ao dia por uma única pessoa. Essa quantidade absurda com certeza resultará em problemas estomacais como gastrite e úlcera gástrica, auto-tratados erroneamente com medicamentos como “OMEPRAZOL”, que aliviam os sintomas, mas não resolvem o problema. Cabe a nós, profissionais da área da saúde, alertar sobre os riscos destes suplementos emagrecedores e energéticos com doses excessivas de cafeína, e mais uma vez reforçar a importância de uma alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios físicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...